quarta-feira, 18 de junho de 2014

Estou cada vez mais convencida de que sonhos não morrem, apenas adormecem... Anos a fio, talvez, mas um dia despertam, voltam a brilhar, e nosso coração bate naquele compasso outra vez.