terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Retrospectiva 2014

Posso dizer sem receio que 2014 foi um ano-desafio, minha rotina e estilo de vida foram alteradas bruscamente de uma forma que eu não me considerava preparada para encarar... Mas encarei.
Encarei também a dificuldade que é não ter tempo livre e a sensação de estar presa a algo que eu nem mesmo havia escolhido... Mas escolhi, porque felizmente não sou vitima da vida e me considero responsável pelo que me acontece.
Os primeiros meses foram difíceis – a sensação de estar amarrada a algo que eu não queria me sufocava e eu sentia um peso sobre mim a cada dia, foi quando tomei a decisão de voltar pra psicoterapia... Provavelmente, essa foi a melhor coisa que eu poderia ter feito.
Só quem já esteve em contato verdadeiro consigo mesmo e com aquilo que sente sabe que não há valor que pague o fato de pertencer a si mesmo, de investir em si, se respeitar e aprender cada vez mais o que é ser verdadeiramente.
Depois de voltar pra terapia eu não permiti que ninguém me ofendesse ou me machucasse sem que eu me defendesse, não fui submissa e não admiti que me tratassem com injustiça
Foi depois da psicoterapia que eu compreendi que eu não gostava de certas coisas, foi quando aprendi a me respeitar e a dizer não a o que ia de encontro ao meu sentimento. Aprendi a falar o que eu sinto. Aprendi a assumir meus sentimentos. Aprendi que se algo me afeta é porque eu me permito afetar, e que não é válido culpar ninguém pelo que acontece comigo... Porque eu sou responsável por mim mesma, assim como cada um é por si.
Eu aprendi a escutar as pessoas e senti a alegria que é poder ajudar alguém a se sentir melhor.
Eu voltei a fazer coisas que eu gostava e a me dedicar a mim mesma.
Depois da psicoterapia, passei a ser minha maior prioridade e entendi que ninguém pode fazer nada por mim se eu não quiser ser ajudada, e que também não devo moldar meu comportamento em prol do agrado alheio...
Em 2014 eu enfrentei desafios e superei etapas que me fizeram ver algumas coisas de uma perspectiva diferente... Mudei de opinião inúmeras vezes e abandonei preconceitos, aprendi que quem é inflexível demais sofre e decidi que não quero isso pra mim.
Em 2014 eu aprendi que não se deve querer que o outro aja ou pense de determinada maneira, pois cada um é livre para ser o que é... E que se deve confiar no ser humano e nas outras pessoas, porque só assim elas poderão desenvolver aquilo que há de melhor nelas. É de extrema importância que se acredite.
Tudo isso me faz pensar no ano vindouro e em tudo o que a vida nos reserva...
Meus planos para o futuro se resumem em um único desejo: tornar-me uma pessoa melhor. Quero ser mais solidária e ajudar o próximo. Quero lutar contra as injustiças e defender os oprimidos, desfavorecidos e indefesos. Quero fazer sorrir muitas pessoas e se lhes couber melhor o choro, estarei presente também. Quero aprender a não guardar mágoas, compreender o silêncio e respeitar o outro acima de tudo... Quero aprender com meus erros e com os erros dos outros e aprender a perdoar.
Em 2015 quero estudar e ler muitos livros, quero gastar mais tempo com amores e amigos. Quero optar .pelo que me faz bem e pelo que faz meu coração pulsar... cada vez mais. Acima de tudo, quero ser eu mesma. E quero que os outros também o sejam.


Este texto faz parte do projeto literário 16 on 16, conheça os outros blogs participantes do projeto: Ariana CoimbraBrunnaCamyliDeyseGabi FreitasGhiovanaLianneLys Fernanda, MáiraMari GuimarãesMaria Fernanda,  MarianaMarlanaNicoleThaís.


11 comentários:

  1. "Em 2014 eu aprendi que não se deve querer que o outro aja ou pense de determinada maneira, pois cada um é livre para ser o que é.."
    Eita Daniela intensa gente!
    Posso dizer que você fez parte das descobertas do meu ano, do processo, inclusive dessa sua frase que citei acima.
    Às vezes precisamos nos encarar, olhar pra dentro e ficamos assustadas, e psicoterapia é essencial pra ajudar nesse processo.
    Eu sinto muito orgulho de ti, esses dias me peguei lendo suas cartas e algumas conversas antigas e ri sozinha. Eramos muito inseguras, morríamos de medo de tudo, nem vou comentar da carência excessiva. Haha
    Hoje eu vejo uma Daniela segura de si, e que sabe exatamente o que quer e espero que você consiga se superar cada vez mais e que certos fantasminhas parem de aparecer vez ou outra nas suas lembranças.
    Estude, estude muito, leia muito e escreva sempre. Afinal não há melhor válvula de escape que essa!
    Um beijo
    Amo você!

    ResponderExcluir
  2. Aprendi que se algo me afeta é porque eu me permito afetar, e que não é válido culpar ninguém pelo que acontece comigo... Porque eu sou responsável por mim mesma, assim como cada um é por si. ~~ Vou tatuar na memória, pra lembrar de cada letra.


    Achei fantástico teu texto, porque você narra o que aprendeu e cresceu, e não obrigatoriamente o que aconteceu contigo. Que continue se (re)descobrindo em 2015 e que o ano seja mais leve, mais doce e mais teu.


    :*

    ResponderExcluir
  3. "porque felizmente não sou vitima da vida e me considero responsável pelo que me acontece." Gente, não sei nem escolher a frase favorita! Haha. Texto incrível, dani, com lições preciosas, que todos deveriam aprender, mesmo! "A gente é problema da gente." Sempre gosto de dizer, e adorei a tua forma de expressar. A gente mora na mesma cidade e nunca te vi, que coisa! Haha. Vamos marcar uma "sol house" assim que puder! :P

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Minha amiga, a cada dia que você é Você Mesma, mais eu te amo. A sua pessoa é um ser incrível. Adoro a sua forma de pensar e reagir as coisas, sempre te achei muito mais aberta e sincera do que eu, por consegui explorar os seus pensamentos. Infelizmente não estive por ai para ajudá-la nos momentos difíceis, mas sabia que você é uma daquelas poucas pessoas que o meu coração preocupa-se e deseja que possua toda a luz necessária.
    Tenho certeza que alcançará o seu melhor e quando chegar a ele, fará outro caminho para se superar, porque o motivo de estarmos aqui é este: sermos melhores. Para nós e, principalmente para outrem!



    Feliz por você!

    ResponderExcluir
  5. "Meus planos para o futuro se resumem em um único desejo: tornar-me uma pessoa melhor. Quero ser mais solidária e ajudar o próximo. Quero lutar contra as injustiças e defender os oprimidos, desfavorecidos e indefesos. Quero fazer sorrir muitas pessoas e se lhes couber melhor o choro, estarei presente também. Quero aprender a não guardar mágoas, compreender o silêncio e respeitar o outro acima de tudo... Quero aprender com meus erros e com os erros dos outros e aprender a perdoar.
    Em 2015 quero estudar e ler muitos livros, quero gastar mais tempo com amores e amigos. Quero optar .pelo que me faz bem e pelo que faz meu coração pulsar... cada vez mais. Acima de tudo, quero ser eu mesma. E quero que os outros também o sejam."

    Que assim seja, que seja doce *-*
    Lutar por si mesma é fundamental, nos prendermos em coisas que não gostamos, talvez para agradar aos outros ou na tentativa de nos mostrar que é aqui que pertencemos, é só mais uma pedrinhas para machucar o nosso coração, você foi coragem para encarar a si mesma e lutar pelo que acredita! Que nos anos que ainda pertencem ao futuro, você continue tendo essa coragem para lutar por você mesma e assim por todos aqueles que você deseja ajudar. Você já é uma pessoa melhor, Dani! E com certeza será ainda mais ♥
    Deus te abençoe!
    E que 2015 seja incrível para você.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  6. "Aprendi que se algo me afeta é porque eu me permito afetar, e que não é válido culpar ninguém pelo que acontece comigo... Porque eu sou responsável por mim mesma, assim como cada um é por si." Quero escrever isso mil vezes, para lembrar sempre!
    Precisamos nos conhecer e nos respeitar em primeiro lugar. Egoismo? Não, cuidado especial para podermos ouvir o próximo com mais cuidado....

    ResponderExcluir
  7. "Aprendi a falar o que eu sinto. Aprendi a assumir meus sentimentos. Aprendi que se algo me afeta é porque eu me permito afetar, e que não é válido culpar ninguém pelo que acontece comigo... Porque eu sou responsável por mim mesma, assim como cada um é por si." Muuuuito bom!! Lindo! Adorei seu texto, super verdadeiro e me identifiquei em algumas partes como esta. Nunca molde sua aparência, seu jeito em prol do agrado alheio, moça. Não estamos aqui para agradar ninguém a não ser a nós mesmos. E se nós podemos fazer mal a alguém sendo assim ou assado, esse alguém somos nós mesmos. ;) Que seu 2015 lhe traga mais palavras, certezas, solidariedade, paz e muito amor! Beijão.

    ResponderExcluir
  8. "Eu voltei a fazer coisas que eu gostava e a me dedicar a mim mesma." Falou tudo, acho que esse é o primeiro passo que devemos tomar quando percebemos que as coisas não vão bem. Fico feliz em ver que você também está no mundo para ser uma pessoa verdadeira, que vai fazer por merecer, e que quer fazer a diferença, mesmo que com pequenos atos. Não a conheço, mas entendo que 2014 foi um ano de extremo amadurecimento e sabedoria pra ti. Espero que 2015 possa chegar com muitas oportunidades, sucesso e alegrias! Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Mais uma prova de que 2014 foi recheado de aprendizados, hein? :3

    "Aprendi que se algo me afeta é porque eu me permito afetar, e que não é válido culpar ninguém pelo que acontece comigo" exatamente. Eu fico pensando muito nisso, sabe? No quanto reclamamos (eu pelo menos reclamo pra caraca, de vez em quando) no quanto a a atitude de fulano foi ruim e me magoou. Não que fulano não esteja errado em ter agido de uma maneira ruim, mas se eu me deixei afetar por ele a responsabilidade, nesse quesito, passa a ser minha. Mas não é fácil não nos deixarmos abalar, principalmente quando gostamos de fulano e não esperávamos isso dele.

    Você está absolutamente certa em se colocar em primeiro lugar. Na sua vida ninguém é mais importante do que você. Sem você, você não vive!! Mais uma lição que eu também preciso aprender.

    Belo texto, Daniela :33

    P.S.: Meu nome é com dois L ;-; sou muito cricri com isso jgndj ):


    Agora v4i mandou beijócas!
    https://agorav4i.wordpress.com

    ResponderExcluir
  10. se aprendeu, isso que importa!

    já imaginou o quão mágico é poder receber um livro com 12 capítulos em branco pra você preencher com o que quiser?

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Daniela,
    Parabéns pelo blog!
    Sobre 2014, que bom que encarou os desafios propostos pela vida..
    Gostei dos seus planos para 2015.
    Abraços Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir