quarta-feira, 3 de setembro de 2014

O prigilégio de tornar-me quem sou

Tenho ouvido relatos e opiniões de pessoas próximas de mim no cotidiano e tenho visto o ser humano com bons olhos – olhos limpos de pré-julgamentos e pré-conceitos... Tenho tentado me libertar de tudo o que aprisiona – a mente, o coração, o corpo  -, e considero de suma importância o processo de tornar-me quem eu sou. Acho tão digno, e não por julgar-me melhor que outrem, não! Mas por sentir na própria pele o sentimento maravilhoso que é o de dedicar a si mesmo tempo e cuidado. Todos deveriam querer e poder fazê-lo.
Nesse processo eu percebo a infinitude do ser, e me percebo mais aberta ao novo, menos rígida em relação ao resto e, absolutamente, mais leve e feliz em relação a vida!
Tenho me respeitado e agido conforme os meus próprios sentimentos, tenho sido verdadeira, e sinto uma alegria imensa, algo como uma ternura por mim mesma, que me impulsiona adiante... Até a tristeza eu consigo vivenciar com mais veracidade, mas nenhum sofrimento perdura pois eu sei que sou mais forte, e que posso superar cada dificuldade ou obstáculo, pois estou inteira, cada vez mais, e cada vez mais, serei!

Escritos de 01 de setembro de 2014


“Aquele que olha para fora sonha.
Mas o que olha para dentro, desperta.”
(Carl Jung)

3 comentários:

  1. Gostei e me identifiquei com o texto. Tenho observado várias coisas nos últimos tempos e isso que escreveu acima é bem dito, uma boa verdade. As pessoas procuram nos dizer que pensar em si é sempre um ato egoísta, mas é de tamanha ingenuidade pensar que conseguimos ser melhores a outras pessoas senão o somos a nós primeiro.
    Como sempre, sábias e reflexivas palavras. O melhor é saber que está bem, mesmo que longe e que te torna a cada dia uma pessoa melhor, pois incrível sempre foi aos meus olhos!


    Bisu!

    ResponderExcluir
  2. O seu direcionamento com a própria vida é o correto.
    E melhor ainda é compartilhar esse sucesso pessoal. Não existem segredos evidentes, tampouco fórmulas mágicas. É só o jeito certo de enxergar a vida.

    ResponderExcluir
  3. Olhar para dentro de si é o melhor espelho, termos relacionamento mutuo e sincero com nós mesmo é essencial.
    Beijos

    ResponderExcluir