domingo, 11 de agosto de 2013

Pelo direito de cada um de ser o que é

Pra me julgar você precisa vestir a minha pele, caminhar a minha história, rir meu riso, chorar meu pranto, sofrer minha dor... Pra me julgar você precisa sentir o que eu sinto, entender os meus motivos, aceitar a pessoa que eu sou do jeito que eu aceito. Pra me julgar você precisa de mais do que simplesmente "me conhecer" por algum tempo, precisa de mais do que saber meu nome e ter escutado minha voz algumas vezes... 
Você não pode enxergar através dos meus olhos, pra ver o mundo como eu vejo.
Você não pode sentir o vento através da minha pele.
Você não pode se emocionar com o que me emociona, porque você não sente o que eu sinto.
Você não pode relembrar os meus momentos, minhas dores, minhas alegrias, por que não os viveu. Sendo assim, não pode julgar-me pelo que eu fiz ou deixei de fazer, mas se tiver o bom senso de entender isso e respeitar, eu agradeço.


"Pelo direito de cada um de ser o que é, sem temer
o arrogante olhar alheio, de quem não vive a
própria vida plenamente e por isso, se sente
no direito de julgar quem o faz."

7 comentários:

  1. Tão sincero, tão intenso, tão nuvem... Eu estava com saudade dos seus belos textos. <3

    ResponderExcluir
  2. "Pelo direito de cada um de ser o que é". Ratifico sua mensagem.

    Pena que é utópico viver em um mundo sem julgamentos... Por enquanto, vamos apenas vivendo sem pensar neles. Livre e leves, devemos ser. E não presos a terceiros.

    ResponderExcluir
  3. Excelente texto, e também muito verdadeiro! Muitas vezes as pessoas tentam nos julgar, sem ao menos saber pelo que passamos e o que nos levou a fazer ou deixar de fazer determinadas coisas. Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Penso que muita coisa seria diferente se houvessem menos julgamentos e mais empatia com o próximo... Gostei muito Dani!! Também adoro seus textos.. :)

    ResponderExcluir
  5. Sempre é complicado julgar o desconhecido, mais ainda é conhecer e saber muita coisa sobre e tentar ajudar, e a pessoa achar que só se está julgando. Não reconhecer que se quer ajudar.
    É difícil julgar. É difícil pedir ajuda e mais ainda ajudar.
    Só quem passar por alguma coisa é quem sabe realmente das coisas né?

    Beijão.

    ResponderExcluir
  6. Nunca haverá alguém que possa sentir através da nossa própria pele, da mesma maneira que nunca conseguiremos fazer com que enxerguem com os nossos olhos ou pensem com a nossa imaginação...
    Muito bom o seu texto, quem julga é porque não tem escrúpulos para seguir a própria vida.
    Estou te seguindo e favoritando, ok? Um grande beijo!

    http://sweetjaneand.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Justamente. Só você sabe o valor de cada pequena coisa em sua existência.
    É por essas e outras que eu sou fã de desabafos. Grandes ensinamentos podem ser encontrados na fúria das palavras.

    ResponderExcluir