quarta-feira, 26 de junho de 2013

Força interna

Quanto dura a eternidade do que é presente?
Até onde vai a dor da ferida que não se pode curar?
Há a saudade que maltrata e o medo do futuro que não se pode mudar.
Irremediável.
É irremediável tudo aquilo que não se pode acalmar... e tudo o que não se pode sanar.
Há desejos irremediáveis.
Há desfechos irremediáveis.
E sobre tudo o que é irremediável, eu digo: vá. Ou siga em frente ou descubra motivos para ficar. Mas não fique em vão, muitas vezes (ou sempre) é preciso continuar. Por mais que a alma grite, por mais que o sentimento não nos permita falar, sorrir... Há uma força interna que impulsiona cada pessoa ao crescimento, e cabe somente a cada pessoa encontrá-la. Porque há coisas, meus caros, que ninguém pode fazer por nós.

5 comentários:

  1. Esse texto caiu como uma luva na minha fase atual. E não há nada que eu possa acrescentar no meu comentário, porque você resumiu tudo. Tem coisas que ninguém pode fazer por nós a não ser nós mesmos. Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Reuniu nessas palavras toda a pulsação e desejos que perpassam minha vida, agora. Como sempre, fazendo textos que tocam a gente. Beijos. =)

    ResponderExcluir
  3. Tem novidades no blog =D

    Bjos amiga

    ResponderExcluir
  4. Haha achei voce.
    A saudade é grande, mas só de saber que
    voce esta bem eu fico feliz da vida.

    Muitos beijos,
    apareça!!

    ResponderExcluir
  5. E que tudo que é irremediável se vá, pra bem longe.
    Há momentos que parecem provações, e só mesmo esta força interna pra nos fazer levantar e recomeçar a caminhar.

    Abração.

    ResponderExcluir