segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Uma garota forte

"Dificil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que mais se ama."

Há semanas o seu sorriso se fez ausente. E mesmo que vez ou outra eu ouça sua voz há milhares de quilômetros a saudade não me permite ser eu mesma. Eu sinto tanta dor, tantas dores. E apesar de tudo, ainda carrego comigo essa esperança infantil de que se eu ficar bem quietinha você vai perceber que não sabe mais viver sem mim. E lá no fundo eu quero que você ligue, quero que escreva, quero que me encontre e diga o quanto sente minha falta. Mas você não ligará, não escreverá, não virá e não sentirá.
Você não merece, eu sei, sempre soube, mas nunca me importei. Era tão bonito esse amor inabalável que eu sentia, sinto. Era tão bonito ser dona de algo assim, um sentimento tão profundo e tão verdadeiro... E foi tão doloroso perceber que tudo não passou de uma farsa, uma mentira qualquer. Apenas mais uma história findável pra sua coleção de amores eternos.
Doeu, amor, e estou ciente de que essa ferida talvez demore a cicatrizar. Mas eu sou uma garota forte, lembra? E mesmo querendo de repente descobrir que tudo isso não passou de um pesadelo, eu sei que já não estarei entre seus braços, sei que não ouvirei mais suas palavras doces, e estou aguentando. Não sei como e nem o porque. Mas eu sou uma garota forte.