segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Opte

Sei lá, eu acho que com o tempo a gente para de dar importância pras coisas pequenas que nada nos acrescentam. Ou assim deveria ser. Eu vejo pessoas em corpos enormes e mentes tão medíocres. Pessoas que poderiam ser - se quisessem, se buscassem (por que quem quer busca, sabe?) - admiráveis, daquelas que a gente quer por perto e tem medo de perder - pelo que nos acrescenta.
Crescer é um processo extremamente doloroso, o mais doloroso, eu diria. Depende de quem cresce, e se cresce mesmo. As pessoas são únicas, cada uma delas tem uma visão de determinada situação, e por mais que encontremos semelhanças entre uns e outros, jamais seremos iguais. Isso qualquer um pode entender - e aceitar - se quiser. Mas tem que querer. O segredo é querer. Com sinceridade, com força no olhar. Queira. Não se deixe levar pelo que tanto faz, pelo que não faz diferença, porque a vida faz diferença, e cada minuto mais tarde pode fazer uma falta imensa. Então queira, e busque. Seja incansável, mesmo que cansado. Obstáculos são superáveis, não há barreira que não se possa ultrapassar. Opte pelo que faz seu coração vibrar. Opte pela vontade saciada, pelo desejo realizado. Não há tempo pra viver depois. Só existe o agora. Só existe o aqui.
Se alguém está com você, perto ou distante, está. E quando está, se sente. Não acredite em tudo que lhe dizem - as pessoas mentem, infelizmente -, mas não duvide de tudo, de todos. Como já disse um grande sábio, somos todos inocentes até que se prove o contrário. Há mistérios na mente humana que jamais poderemos compreender, mas devemos respeitar. Diz-se por aí, que não há desrespeito maior que questionar as peculiaridades alheias. Não somos responsáveis pelo que somos, em suma, mas podemos escolher ser melhores para nós e para o mundo. A escolha é individual, e não há nada a ser feito sobre isso. Apenas a aceitação. Não se julgue digno de dizer ao outro o que fazer. Cada um sabe de si. Permita-se esse prazer, assuma o perigo, aguente a angustia. Ninguém pode fazer nada por você, além de você mesmo. Se sofre, se sorri, se desiste. A escolha é sua, apenas. O existencialismo afirma: torne-se quem és, responsabilize-se pelas suas consequências, suas ações. Não culpe o outro, o outro tem a si mesmo, e não precisa de você.


"Sempre que houver alternativas, tenha cuidado. Não opte pelo conveniente, pelo confortável, pelo respeitável, pelo socialmente aceitável, pelo honroso. Opte pelo que faz o seu coração vibrar. Opte pelo que gostaria de fazer, apesar de todas as consequências." (Osho)

14 comentários:

  1. Mas é sempre bom ter alguém que precise da gente.


    Gostei da reflexão num todo.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Ao fazer escolhas, fazemos história.
    Eu não gosto de julgar pontos de vista, apenas aplaudir quando opiniões soam sinceras. E é assim que leio esse texto.

    Sua verdade pode abordar qualquer tema pois transmite sua sensibilidade. É assim que devemos observar.

    Continuo seu fã.

    ResponderExcluir
  3. É preciso viver o que lhe faz viver.
    Adorei amiga
    Sinto saudades, sempre.

    ResponderExcluir
  4. Faz um bom tempo que quero escrever algo desse tipo, falando exatamente a mesma coisa. Algo que eu percebi e com o qual aprendi errando.

    Muuito bom!

    ResponderExcluir
  5. Na verdade falta um pouquinho de esforço para a melhora pessoal e interpessoal... Beijo

    ResponderExcluir
  6. Bom texto. É bem assim, as pessoas se conformam com o pouco que recebem. Se deixam ser qualquer coisa. É mais fácil ser medíocre do que tentar não sê-lo. (:

    Bonne nuit chérie.

    ResponderExcluir
  7. amei o texto, mt bom.

    amei seu blog tbm, estou seguindo. Vc poderia seguir o meu tbm?

    http://sonhosdocesonhos.blogspot.com.br/

    bjus e obrigada!

    ResponderExcluir
  8. É preciso optar mais vezes que imaginamos.
    Escolher e viver aquilo que é realmente importante.
    Um beijo Dani. ;)

    ResponderExcluir
  9. "Ouça o que eu digo, não ouça ninguém." Gessinger
    "Não se julgue digno de dizer ao outro o que fazer."

    Ha. Senti um leve paradoxo. Mas parecem bons conselhos. Alguém precisa os dar e alguém os precisa receber, certo? Quanto tempo, você continua a mesma. Que bom.

    ResponderExcluir
  10. Querida amiga

    Que neste Natal,
    diante das pessoas que amamos,
    possamos ofertar a elas,
    o melhor presente
    que desejassem receber:
    Nossa vida...
    Nosso carinho...
    Nosso coração.

    Para quem crê na vida,
    Natal se faz a cada dia.
    Que assim seja o Natal
    Em tua vida.

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  11. Tapa na cara eu sei que vai doer! Haha
    Bom, sempre devemos seguir aquilo que julgamos ser correto, fazer nossas escolhas sem nos importar com o que os outros vão pensar ou deixar de pensar.
    E sim, sempre falta vontade própria ou um pouco mais de esforço pra correr atrás de algumas coisas. Mas isso vai acabando aos poucos, pra mim pelo menos ta sendo assim, a cada dia que passa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Querida amiga

    Desejo que o Ano Novo
    se transforme em tua vida
    em Dia Novo,
    para que em todo anoitecer
    existam fogos de artifício
    para colorir os céus do teu olhar
    das mais singelas alegrias,
    e a cada amanhecer
    existam sonhos simples
    para dar novos sentidos
    a tua vida.

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  13. O maior erro humano é optar ser quem não é. O que o outro tem que nós não temos? Optemos, então, sermos nós mesmos!

    ResponderExcluir