quinta-feira, 18 de novembro de 2010

From within my heart, my soul.

Abro meus olhos pela manhã, e o único fato que me motiva é o pré-encontro. Levanto-me, já cansada, consciente de que não posso impulsionar meu corpo com uma energia que não é minha, consciente de que não devo mais ignorar a existência do que eu deixei surgir.
O sol decora as paredes do quarto com o seu brilho incontrolável. Os desenhos das grades da janela limitados pela cortina opaca. Fecho os meus olhos sensíveis à luz. Logo nessa manhã tão bonita, logo quando dói existir, acordar. Mas é mais forte do que pode-se imaginar, e no exato momento em que surges, desvio o olhar, finjo estar ocupada com algo qualquer, uma frase ou livro, o céu azul pela janela ou simplesmente uma lembrança de uma música. Mal percebo que o primeiro lugar que olhas é onde estou,  porque sabes que estou aqui, todos os dias. E é bom quando, vez ou outra, me encho de coragem de sustentar o seu olhar, que sorri.
E eles dizem "Que bom que você está aqui.", e os meus dizem "Eu estava prestes a morrer, se você não chegasse logo...". Mas nossas bocas nada dizem, permanecem no silêncio compreensível de nossas mãos unidas, tantas horas mais tarde. Qualquer palavra seria suficiente para tudo destruir ou tudo começar. Porque só nos falta o impulso.
Às vezes, sinto-me indestrutível. E nesses raros momentos, estou sozinha no vazio do meu quarto. E eu queria ter-lhe por perto, só por agora, para dizer-lhe o que está me corroendo por dentro, quase a explodir sem aviso ou destino. Então você está indisponível, não porque não se importa, mas porque as necessidades nos fazem distantes. E se você soubesse, viria correndo, eu sei. Porque é isso que eu sinto quando sinto o seu coração batendo sob a pele, é isso que o silêncio fala quando você simplesmente acaricia meu rosto quando eu digo não e não ao seu pedido mais doce e sincero.
E por isso hoje eu desisto. Desisto de resistir, seja o que Deus quiser.

"Não entendo, apenas sinto. Tenho medo de um dia entender e deixar de sentir."
Clarice Lispector.

29 comentários:

  1. É nesse vazio que ainda mora as luzes da tal esperança. E te peço, siga. Abrace essa vontade de viver o inesperado.

    Um beijo linda Dani!!

    ResponderExcluir
  2. obrigada querida.
    gostei muito do texto ;)

    ResponderExcluir
  3. Apesar de não gostar muito dela, concordo com a Clarice L. na frase que postou .

    até ;*

    ResponderExcluir
  4. Acho que você está lendo meus pensamentos, haha. Foi essa a decisão que tomei: 'E por isso hoje eu desisto. Desisto de resistir, seja o que Deus quiser.'
    Você escreve muito muito bem e eu adoro o modo como você descreve tudo! Adorei :*

    ResponderExcluir
  5. Liiiiindo Danii
    '' E eu queria ter-lhe por perto, só por agora, para dizer-lhe o que está me corroendo por dentro, quase a explodir sem aviso ou destino ''
    você me descreveu totalmente nessa frase *---*

    Fran :)

    ResponderExcluir
  6. Lindo demais. Ainda fechou com uma frase mais linda ainda da Clarice.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Eu acordo, mas quando perceb que está fazendo sol meu humor logo muda, pois sei que o dia será claro e limpido..

    mas eu tambem acordo assim, todos os dias.. "seja o que Deus quiser"

    ResponderExcluir
  8. Um vazio e alguns sensações de dor... O existir, as vezes dói, machuca.

    Mesmo com o sol entrando pela minha janela, brigando com as nuvens para iluminar o seu, há algo no meu sentir que dói. rs

    Dores, confusões... sentimentos! rs

    Eu adoro tudo o que vc escreve!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. tambem não entendo, apenas sinto...
    lindo assim como voce muito linda!!
    bjsss

    ResponderExcluir
  10. deixa as coisas fluirem ! siga seu coração o resto vs consegue !

    beijos

    ResponderExcluir
  11. Não resistir, considero eu, uma ótima pedia! =**

    ResponderExcluir
  12. Não tente entender as coisas, principalmente teus sentimentos, o importante e senti-los e vive-los.
    só isso basta.
    Lindo o texto *-*
    Bjs !

    ResponderExcluir
  13. Belo, belo, belo!
    Não temos que entender nada, pois, certamente tudo é reconhecido pela alma.

    BeijooO'

    ResponderExcluir
  14. Que lindo Dani
    me fez pensar em muitas coisas, principalmente dos momentos quando me acordo, de mau humor e sem vontade de enfrentar o dia, mas ai logo vejo o sol eo céu azul... tudo muda.
    Amar, e ter essa sensação axo q é o q mais alimenta o sentimento, ele tende a crescer cada vez mais, quando n se pode estar perto todos os minutos do mundo.

    Beijão

    ResponderExcluir
  15. Eu já desisti em alguns momentos, das coisas, que tanto tentamos preservar mas não conseguimos.

    ResponderExcluir
  16. um texto tão lindo acaba em desistência? é triste sabe. Mas não tiro a razão.. por vezes é preciso que desistamos de algumas coisas pra seguirmos em frente.

    ResponderExcluir
  17. Como eu amo entrar no seu cantinho.

    Amei hoje de novo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. ontem num pré encontro (Conhecidencia) eu desisti...
    De controlar tudo, eu me deixei seduzir, eu deixei com que uma chantagem ridicula e minima quebrasse todas as barreiras para que eu me humilhasse e entregasse os pontos assumindo que estava errada.
    Dei mesmo o braço a torcer... Desisti de entender porque eu tinha que ter tudo nas maos, mas não, não me entreguei demais, nem deixei meu ponto de vista á vista, só não consegui ser eu, ou deixei-me ser 'me' pela primeira vez!
    Vai saber, esse é o mal de pensar demais no que é certo ou não fazer.

    ResponderExcluir
  19. Olááá! Quanto tempo!!!
    Seus textos continuam como sempre belos...
    sei que fiquei tempo com o blog de lado, mas vi que não vale a pena. Sumo de vez em quando, por causa do tempo, mas o blog é algo que md eixa muito feliz e prometo nunca mais sumir Rs
    Bjão
    Apareçaaaa

    ResponderExcluir
  20. o segredo é aceitar o que virá.
    e deixar o medo pra lá.

    ResponderExcluir
  21. Dani esse sentimento te leva, mesmo que te deixe longe, ele te move, pra perto dele, e esse seu coração não consegue desgrudar dele.
    obrigada por tds conselhos, vc é mt mais mt boooa.
    obrigada mesmo.SEMPRE e por tds;
    bjs *-*

    ResponderExcluir
  22. OLÁ
    ADOREI SEU BLOG E ESTOU TE SEGUINDO
    ME FAÇA UMA VISITA E ME SIGA
    VOU ADORAR QUE SEJAMOS AMIGAS
    BEIJOS

    ResponderExcluir
  23. Boa semana querida, aguardando ansiosamente pela próxima postagem! bjs

    ResponderExcluir
  24. Às vezes dói existir. Sentir. Se permitir. Mas a dor mais corrosiva é a de nos prender. Deixando que as mil possibilidades fluam e se esquivem. Você não está desistindo. Está assumindo o que vive, o que sente. A sua vida! E para mim, não existe coragem maior.
    Beijo, linidnha!
    Adorei seu cantinho. Sigo-te.

    ResponderExcluir
  25. Hey ^^

    Lindo ao sentir passamos muita vezes entender.
    Palavras nem sempe são ditas, olhares, toques, suficientes para saber de fato!

    Xoxo

    :: Loma

    ResponderExcluir
  26. Que belo final para o teu texto esta frase de Clarice...

    Amiguinha, não se esqueça:
    "O que valeu a pena está destinado à eternidade."
    Bjs!

    ResponderExcluir
  27. Muito lindo, Dani. Ainda mais com Clarice no final! *-*

    ResponderExcluir