quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Love in the afternoon.

Dissera-me, sem dó ou piedade, que já não lhe importava a dor que via em meus olhos, dia após dia. Porque à cada dia eu me tornava impura e não-digna. De mãos vazias e frias escutei suas palavras cruéis. O silêncio habitava o momento enquanto um grande abismo surgia e se aprofundava em meu peito. Mais e mais, sem destino ou limitação. Tornei-me pequena para abrigar toda a escuridão que em mim já existia. Não notaste minha alma calada quando jogou em minha face a cruel experiência que por fim, foi a minha morte. Agora assisto a destruição que causaste, estou tão distante que mal posso acreditar. Você me expulsou do mundo que eu havia criado aos poucos e tomou conta do que era meu por direito. Não se importou com razão ou sentimento, simplesmente sentiu-se capaz e justo, e então, fim. Para você, nada além do que antes já tinha, mas para mim, além do coração ferido, restaram-me apenas saudade e tortura sem descanso. Percebe agora o que foi o seu ato? Percebe que me tomou a vida, assim como me proibiu ser forte quando minh'alma foi arrancada do corpo num golpe rápido e indeterminado?
Eu gritei de dor e horror e só você pode me ouvir, e nem assim tentou ajudar, nem ilusão eu pude ter. Somente a dura realidade de que para sempre fui banida de sentir. Porém, ainda me lembro do amor e dele jamais esquecerei, e isso torna tudo muito mais difícil de aceitar, deixar, calar, parar. Impossível verbalizar quando sua voz não existe e suas mãos estão presas por cordas que parecem aço, impossível fugir. E se a fuga existisse, para onde eu iria sem carregar a dor do não-permitido, de que adiantaria fugir para um mundo de sentimentos banidos, esquecidos e proibidos?

47 comentários:

  1. Sem mais palavras!
    Perfeito, Dani. Perfeito.

    ResponderExcluir
  2. Que forte!
    Sofrido, chorado.
    Vou ficar pensando nessas palavras.

    =*

    ResponderExcluir
  3. Profundo! Palavras com emoção! Amei! *.*

    ResponderExcluir
  4. "Não se importou com razão ou sentimento, simplesmente sentiu-se capaz e justo, e então, fim. "

    Pessoas assim infelizmente existem muitas, aquelas que não estão nem ai pro sentimento do outro e fazem o que bem entendem!

    Outro texto lindo pra sua coleção flor! rs


    bjos

    ResponderExcluir
  5. Olá Daniela,
    Texto muito profundo este; recheado de sentimentos! Gostei particularmente do trecho: "Porque à cada dia eu me tornava impura e não-digna. De mãos vazias e frias escutei suas palavras cruéis. O silêncio habitava o momento enquanto um grande abismo surgia e se aprofundava em meu peito". A descrição que se segue foi ótima, mas só esta parte já valeu!
    Abraço,
    Flávio Nunes.

    ResponderExcluir
  6. Por nada, foi impossível não lembrar do seu blog ao receber o selo.
    Quanto ao seu texto, o que dizer?
    Lembrou-me uma noite fria que vivi em um lugar bonito...
    Hoje, por causa da noite, o lugar não é mais bonito para mim.
    Também tive que escutar certas palavras, calada e estática, sem acreditar.
    Abraço, moça! ;***

    ResponderExcluir
  7. As palavras são como filhos...
    A gente cuida, um dia se perde no mundo...
    Adoreii
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. bonito texto!

    vais adorar quando o vires, obrigada *.*

    ResponderExcluir
  9. Dani,
    Que texto forte e sofrido.
    Não devemos deixar nunca que a
    escuridão habite em nós.
    Nós devemos acender a nossa propria luz.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. nos dizem tantas coisas ne ? Dani que saudades! me desculpe pela minha ausencia minha vida se tornou um mar de aguas turvas e escuras ; mas estou de volta um beijo um beijãooooooo !

    ResponderExcluir
  11. "De que adiantaria..."
    Adiantaria permitir-se primeiro e depois deixar que os outros entendam o quao livre voce ja é - Dentro de voce. Não a liberdade mais digna do que aquela que voce se oferece. É melhor do que qualquer coisa que possam de oferecer. (:
    Eu adorei Dani, j'adore.

    ResponderExcluir
  12. Tem momentos na vida que é como se um fardo imenso fosse posto nas nossas almas ao invés da calmaria que jazia dentro de nós.
    Mais como tudo na vida tem que ter um preço, com o amor não há diferença, nada se perdeu, infelismente, é apenas questão de tempo, questão de fé. Apenas nunca desista, porque desistir é deixar que os fantasmas do fracasso sejem mais ousados que você.
    Sei que encontrarás força no mais baixo dos abismos e retornará viva para a superficie a tona, e cada vez mais forte.
    As tribulações produzem em nós a paciência necessária pra enfrentar mais barreiras.

    Adoro teus textos, e espero ler mais muitos uns daqueles alegres e cheios de amor. saiba que estou torcendo por isso.

    um beijo<3

    ResponderExcluir
  13. Poxa, Dani... por mais triste que seja, impossível não dizer que seu texto é lindo e que tudo o que sente é lindo tbm. Vc é sábia, transforma sua dor em poesia como todo bom poeta. Continue fazendo da tua dor a tua arte. Beijos!

    ResponderExcluir
  14. caramba, muito profundo.
    eu acho que sei como é fugir para um mundo de sentimentos banidos, esquecidos e proibidos.

    amei, amei mt

    ResponderExcluir
  15. Nussa. mto bom teu texto. Me encantei com teu blog, beijos...

    ResponderExcluir
  16. Tem conto no novo no blog!
    Dê uma olhada ..

    Beijos alcoolizados!

    ResponderExcluir
  17. Sempre com belos sentimentos escritos :)


    Beeijão!

    ResponderExcluir
  18. Tanta sensibilidade e suavidade. Sabe envolver o leitor. Obrigada pelo carinho, pretende fazer facul de que? Vc se daria bem com letras, bjus

    ResponderExcluir
  19. Menina como vc escreve bem... lindo texto, amei o blog.

    beijo grande !!

    ResponderExcluir
  20. muito lindo, é tão bom acompanhar seu trabalho.

    ResponderExcluir
  21. Cara, as pessoas simplesmente jogam-nos uma verdade, e a gente que lide com ela, como pudermos...
    É tão cruel!
    :s

    ResponderExcluir
  22. Lindoo!!
    Pode até estar impura, mas sempre digna! ahhahah
    Beijoo :*

    ResponderExcluir
  23. ''é tão estranho...os bons morrem jovens... assim parece ser, quando me lembro''

    Ah, encantada Daniela, suas emoções são tão intensasa e,melhor, ñ são enjoativas, sabe?

    ''Porém, ainda me lembro do amor e dele jamais esquecerei, e isso torna tudo muito mais difícil de aceitar, deixar, calar, parar. ''

    só se conforma em ñ ter por perto quem se ama, a pessoa que não sabe o que é amar, certo?

    Que todas as emoções,sentimentos e o amor estejam sempre ao seu lado!

    ResponderExcluir
  24. Magnanino seu texto hoje !
    Estou boquiaberta.Emocionada. quando o amor ainda é uma recordação é mais dificil,se torna uma droga.
    Vicio que só traz dor.
    E de que adianta mesmo fugir ?

    ResponderExcluir
  25. Que texto forte! Nada dói mais do que gritar e saber que é ouvida, mas a pessoa que mais te importa simplesmente não se importa. Beijo.

    ResponderExcluir
  26. Tem pessoas que causam efeito colateral.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  27. Esse sem dúvida foi um dos textos mais fortes e profundos que já escreveu(pelo menos que eu tenha lido),em contraponto ao layout tão clean e leve.

    ResponderExcluir
  28. Acho que de nada adianta! Voltar a esses amores nus só aumenta uma dor que um dia passa...

    ResponderExcluir
  29. ótimo texto dani
    pra variar um tikinho né ?
    bom tem akele estória
    fazer e tentar e dar errado ou não do q se arrepender
    porém insistir num erro é burrice.
    enfim...

    um abração..
    feliz dia do pau brasil
    repassado para os americanos...
    até breve *-*

    ResponderExcluir
  30. Estou pra ver escrita igual a sua. Parabéns, Dani!!
    Obrigada pelo comentário lá, viu?
    Beijo grande, fica com Deus!;)

    ResponderExcluir
  31. Seus textos são sempre muito intensos, todo mundo sabe disso. Não posso deixar de dizer que amo muito seu blog e suas palavras.

    xx

    ResponderExcluir
  32. É tão cruel quando se quer fugir e seus braços estão atados a cordar de aço. Menina, como consegues escrever tão perfeitamente ? Seus textos sempre tão intensos, com uma escrita impecável, sempre tão lindo. É você consegue fazer muitas pessoas viajarem longe com suas palavras.

    ResponderExcluir
  33. de fato triste e sentido por mim. ;/

    ResponderExcluir
  34. Tinha lido o texto abaixo, mas como tava sem tempo nem pude comentar. A tua intensidade e incompreensão em relação ao mundo me trazem uma identificação absurda. Gosto de ler pessoas parecidas comigo pra me sentir menos anormal.

    E quando a esse texto de agora, acho que as pessoas não tem consciência do quanto são capazes de nos machucar com simples atos ou palavras. E às vezes cabe, então, a nos mesmo não nos deixarmos machucar. Lindo texto.

    =*

    ResponderExcluir
  35. ha pessoas que simplesmente consegue nos destruircom as palavras, que nos deseludi e nem sabe da gravidade de suas paalvras, como dizem palavras ferem mais do que atos, e eu concordo, quantas vezes me peguei chorando, e quantas vezes me senti como nesse texto.
    MAs fico feliz(entre aspas) que ainda exista o amor, que quem sabe um dia salve tudo.
    beijão

    ResponderExcluir
  36. faz um tempo que vc n posta ein?!
    Não aguento mais vim aqui, e nada p mim
    =/

    ResponderExcluir
  37. dani como vc sempre me fala quando eu escrevo coisas desanimadoras tudo vai passar, é dificil.
    e pra td tem uma solução na minha opinião, até as palavras mais duras assim tem uma desculpa no final .
    bjs sua apaixonada *-*

    ResponderExcluir
  38. Queria poder ter o mesmo taleto q voushê tem em lidar com as palavras. Parabéns!

    ResponderExcluir
  39. São cicatrizes feitas em nossas almas, tão dolorosas e insuportaveis que achamos que nunca vamos superar, mas o tempo mostra sua força e a capacidade que tem de tudo transformar e fazer dessas cicatrizes e dessa dor, passado e lição de vida.

    Que tudo fique bem!

    ResponderExcluir
  40. Quem melhor fala de melancolia além de você? Mas não é ruim, é bom, quem entende do sofrer é porqu sentiu..

    "O silêncio habitava o momento enquanto um grande abismo surgia e se aprofundava em meu peito."

    Silêncio parece consumir mais do que as palavras!

    Beijos, Charlie B.

    ResponderExcluir
  41. - Quem conhece o amor não se acostuma a qualqer coisa...

    Beijo Flor!

    ResponderExcluir