domingo, 7 de março de 2010

Teto para desabar

Lágrimas secas nascem e morrem sem existir. Vejo cada parte de mim extinguir-se lentamente, serenamente sorrio perante a dor, então queima-me por dentro, destruindo o pouco que restou. Seu fosco brilho me fortalece cada vez mais. Por ti faço tudo e nada lhe entrego, nada pois nada aceitas... Então me pergunto por que, não tem jeito, esse sentimento explode no peito! Qualquer sorriso incomoda, se acomoda por dentro, preenche cada pensamento e deixa a alma ardendo. Que se exploda. Qualquer dia é dia de querer, querer de volta o que já acabou sem antes começar. Fingir que suporto tudo, sem pensar e temendo esquecer. Acordar por acordar, sorrir ao lembrar. Estranho... Logo eu que nunca me contentava com tudo, agora imploro por pouco. Sonho, acordo tremendo, choro. E agora tenho verdades inventadas, lembranças criadas pelo meu inconsciente, como vingança. Meu coração apertado no peito grita, implora, suplica... Por um abrigo, um abraço, um beijo. Porque agora eu tenho uma lembrança brilhante, colorida, cheia de Sol, perfumes, gostos... Fecho os olhos pra reencontrar, viver a eternidade daquele instante. Encontro a escuridão de minhas pálpebras, lágrimas - que já não são secas - escorrem pelo meu rosto cansado. Cansado desses sonhos que perturbam minha realidade. Cansado desse "nada" que vivo e espero. E isso dói muito mais do que não sentir nada. Não sei como consigo.
Hoje queria a chuva, poderia fazer uma lista de sensações que me fariam felizes por um tempo determinado. Poderia prever a dor sentida depois do fim. Hoje adoraria um abraço, daqueles fortes, grandes, protetores... Exatamente como a destruição causada pelo meu sonho, só pra piorar tudo, depender pela vida, depender pela falta de amor. Amor próprio, amor próximo. Sei que tudo isso passa e não me preocupo, só gostaria de saber o que permanecerá. Pois existem coisas que não acabam...
Como o a escuridão da noite, sem fim. Podemos ver estrelas e a Lua, e um dia elas podem não brilhar. Mas a escuridão está sempre ali. E assim sou, posso mudar, me reinventar, até mesmo brilhar, mas ainda continuarei sendo o que sou, e a escuridão ainda estará comigo.

31 comentários:

  1. Eu peço mil desculpas por esses posts... Um praticamente igual ao outro, mas é tudo o que eu consigo por agora x:

    ResponderExcluir
  2. Que desculpa que nada. Maravilhosas palavras.
    Sinto vazio, entediado, mas ler seus comentários no "faça sua parte" me anima, me dar forças de vencer mais um dia. Sempre solidão. Sempre escuridão. Assim produzimos. Muitas coisas passam em nossas vidas e o que fica é nossa essência. Nossa maneira de ver o mundo. De sentir as coisas. Isso é nosso.

    Beijos com muito carinho. Te adoro menina linda.

    ResponderExcluir
  3. a gente sempre precisa de dois dedos de tristeza. só pra equilibrar;

    ResponderExcluir
  4. cara, foi feito pra mim x.x
    simplismente perfeito, como todos os outros.

    xoxo ;*

    ResponderExcluir
  5. Que texto incrível.
    Se não fosse a escuridão, nunca poderíamos ver o verdadeiro brilho das coisas.

    ResponderExcluir
  6. Caramba!! Seu texto tá incrível!!
    MESMOO
    você tem o dom!
    parabéns pelo blog! bjs

    ResponderExcluir
  7. está lindo , e já passei por tanto que está aí escrito :X

    ResponderExcluir
  8. Apesar de serem todos iguais, é bom tirarmos todo esse vazio de dentro de nós, sentirmos apenas felicidade em escrever, em saber colocar tudo em simples palavras.
    Eu, simplesmente, adorei o teu blog. Não dá pra explicar ao certo o sentimento, mas me identifiquei. Talvez seja por passar pela mesma coisa citada à cima, rs.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Não tem o porquê se desculpar, teus textos são lindos. Um mais perfeito que o outro, parabéns!

    Beijos.
    Boa Semana! :)

    ResponderExcluir
  10. demasiado profundo...
    mas uma coisa qe me assustou: vc esta bem mesmo amigaa??

    ResponderExcluir
  11. é sempre estamos a um passo do sucesso
    e esse mesmo passo tbm do fracasso.
    da desilusão
    enfim
    o eterno paraodozo entre o vai, num vai
    .
    .
    parabens pela textualiade linda e envolvente como sempre.
    *-*

    dia da mulher..entao farei coisas só d mulher.
    vou lavar louça
    vou escovar o cabelo / depois os dentes
    vou falar o dia todo ¬¬
    vou assitir Viver a vida
    vou pintar a unha
    vou pintar meu cabelo de rosa
    e no dia seguinte me arrpender kkkkkkk
    vou parar por aqui se não eu me revelo
    ui***

    abraços e ótima semana!

    ResponderExcluir
  12. Tu escreve muito bem, parabéns!
    bjus e paz no seu coração!

    ResponderExcluir
  13. Escreve muito bem menina.
    Beijoos eu amo voce amiga ♥

    ResponderExcluir
  14. Há de nascer o dia em que não haverá mais escuridão dentro de você. Serás luz que reflete, incendeia e contagia. Porque a luz pode até servir de refugio, mas certas vezes confunde e assusta. Há de ter um dia em que você brilhará por inteiro, expondo uma encatadora luz interior.

    ResponderExcluir
  15. "Logo eu que nunca me contentava com tudo, agora imploro por pouco." Depois de dias escuros aprendi a gostar da chuva e do frio, e até hoje mesmo feliz, eu me encontro nos dias chuvoso muito mais que nos dias ensolarados. Seu texto ficou lindo demais ;)

    ResponderExcluir
  16. interessantíssimo!
    difícil me prender em um post/texto tanto como agora, gostei bastante!
    bjin

    ResponderExcluir
  17. "Vejo cada parte de mim extinguir-se lentamente, serenamente sorrio perante a dor, então queima-me por dentro, destruindo o pouco que restou."

    Seu texto é ótimo, Daniela. Mas espero que seja absoluta ficção, que você não se sinta assim.

    Ótima semana.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. um dia essa escuridão vira luz!
    amei!

    ResponderExcluir
  19. Que lindo!
    Me apaixonei pelo blog, sério... Começando pelo layout, Clarice Lispector é TUDO, depois vem seu post, lindo, repleto de sentimentos..
    Seguindo!

    ;*

    ResponderExcluir
  20. Chega um momento em que só vemos a escuridão, e por mais que tentamos fechar os olhos e ao abrir encontrar onde tudo começou, não conseguimo, nada muda, mas um hora a escuridão vai desaparecer, e vs vai ver a luz !
    ta lindo o blog, bjs .

    ResponderExcluir
  21. aiin que lindo! tão inspirador

    Beijoooo super ;*

    ResponderExcluir
  22. OWN, que conto lindo *-* Arrasou, hein, Dani? Amei seu blog, porque não conheci antes?

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  23. O que adianta ser um lindo floco de neve se irá derreter ao tocar ao chão?
    Ao tocarmos o chão derretemos, ao tocarmos os medos derretemos, caimos cada vez mais neste escuro indomável de nossa alma.
    não somos um lindo floco de neve mas estamos derretendo.

    ResponderExcluir
  24. Os vazios as vezes são necessarios para que possamos descobrir onde está a luz!

    Um super beijo, lindona, e feliz dia da mulher!

    ResponderExcluir
  25. A escuridão existe para que as luzes possam se acender.


    :*

    ResponderExcluir
  26. Acolhida em tristeza, acalantada pela saudade, tomada pela dor de ter amado e sofrida por ter perdido o objeto sonhado.

    Charlie B.

    Ps. Dizem que o tempo cura grandes feridas, pense nisso.

    ResponderExcluir
  27. Sabe que eu pessei muito por isso, me snetia na escuridão, o que eu queria era apenas um abraço, mas como não recebia nenhum ficava cada vez mais triste por dentro, mesmo n demosntrando.
    Tudo passa, o sol volta a brilhar, mais se de repente o q passou passa pela mente, a dor forte volta, é sinal de uqea escuridão ainda não saiu totalmente de si...
    E eu n sei como tira-la
    Beijos

    ResponderExcluir
  28. A escuridão está sempre conosco...

    Um beijo,
    doce de lira

    ResponderExcluir
  29. Com tanto cansaço na minha vida, seu texto me ajudou. Muito. Confesso que me surpreendi ao lágrimar lendo ele!

    Beijos :*

    ResponderExcluir