sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Aqui

Aqui o tempo não passa, não existe, se extingue, se reduz à nada. Aqui a chuva não pára, não interrompe, não machuca, só molha o corpo, lavando a alma. Aqui a dor não comove, não suporta, não há trégua. Aqui existe a solidão, existe o medo... Os sentimentos bons se perdem, somem, nunca se encontram. Como numa casa fria, numa noite vazia, solitária.
Um céu sem estrelas preenche todo o universo, posso sentir o silêncio se manifestando. Aqui o vento não pára, como um furacão dentro de mim, uma confusão, aqui o vento não desiste, persiste. Flores não são vistas, talvez existam, porém, são esquecidas.
Aqui as palavras não são ditas, nem sentidas, porque aqui nada se diz, nada se ouve, nada se vê. Só o escuro e o silêncio e o vento, três coisas que só podem ser sentidas por almas sozinhas. Aqui não existe vida, nem morte, somente a necessidade de existir quando não se consegue viver e é incapaz de morrer. Porque morrer seria um alivio, um brilho indevido, um sonho incontido. Tamanha vontade habita em meu ser, realizar um último pedido, mesmo que incompreendido, somente querer, pedir, poder.
Libertar a alma dessa tortura, poder ouvir a voz que tanto se estranha, tanto abala, tanto acompanha. Poder sentir os olhos que não foram vistos ou reconhecidos, poder ter os braços e abraço e o tempo que para isso fosse necessário.
Só libertar.

23 comentários:

  1. Pois é, acho que o texto diz muito de voce e dessa sua orbita! Bom, gostei muito amiga, esta lindo e confuso, mais as palavras nao precisam ser exatas e complexas para o coraçao saber interpretar.
    Beijo, continue assim.

    Pequena.

    ResponderExcluir
  2. "Aqui não existe vida, nem morte, somente a necessidade de existir quando não se consegue viver e é incapaz de morrer."

    Velho, isso me tocou MUITO!

    Gostei demais.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo, me fez lembrar de uma música do capital inicial.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Curti o texto e o blog :)
    To seguindo,se puder dar uma passadinha no meu e seguir,
    ficarei grata,beijos e bom feriado!

    ResponderExcluir
  5. aqui, me faço escravo. e como me odeio por isso.

    ResponderExcluir
  6. ''Aqui não existe vida, nem morte, somente a necessidade de existir quando não se consegue viver e é incapaz de morrer. ''

    Realmente, uma das frases mais tocantes do texto. Pude sentir a emoção nessas tuas palavras, adorei teu blog.

    ResponderExcluir
  7. Se libertar as vezes é um grande passo. Eu AMEI demais o texto, e tudo que escrevees *-*

    ResponderExcluir
  8. ''Aqui não existe vida, nem morte, somente a necessidade de existir quando não se consegue viver e é incapaz de morrer. ''

    Perfeito! Precisa dizer mais alguma coisa? =)

    ResponderExcluir
  9. Só libertar[...]

    Lindo!

    Beijos e parabéns

    ResponderExcluir
  10. vc humilha o texto de qualquer um .. rsrs
    ta perfeito !

    ResponderExcluir
  11. "Aqui não existe vida, nem morte, somente a necessidade de existir quando não se consegue viver e é incapaz de morrer."
    NOSSA danii. qer me matar? AUAHAUHAUA mto liiiindo !

    ResponderExcluir
  12. seu texto é perfeito... eu amei a maneira como escreve.
    e o layout tá lindo sgjasjhdjhdas

    ResponderExcluir
  13. Texto bom, agradável ao espírito que habita em nós.
    Arrebata, me encantou profundamente.

    Beijos menina linda.

    ResponderExcluir
  14. Dani, é tudo tão intenso por aqui.
    Senti falta.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  15. O tempo que se esperar pela liberdade de livrar nosso ser de medos e trsitezas da alma parece tão longo que vale mais a pena correr e buscar por essa liberdade. Adorei o nome template. Lindo, lindo, Dani [/posso te chamar assim?]

    ResponderExcluir
  16. "Eu fecho os olhos e tudo que vejo é luz",
    eu fecho os meus e enxergo o silêncio.

    ResponderExcluir
  17. mudou layout ?..

    ótimo texto
    sentimental.
    sincero.
    envolvente.
    parabens

    vim comentar e desejar um ótimo feriado prolongado.
    com o bloco da amy winehouse, que não tá me cheirando bem mas...
    o bloco do galvão bueno que de tão chato ngm vai atrás..
    e o bloco do joão, pedreiro aqui da rua..
    \o/

    fui e té breve

    ResponderExcluir
  18. "Aqui não existe vida, nem morte, somente a necessidade de existir quando não se consegue viver e é incapaz de morrer."

    O melhor texto seu, eu amei!
    beijos

    ResponderExcluir
  19. adorei o texto
    envolvente
    poético e próximo a ser brilhante
    pelo menos no meu julgamento
    \o/
    continue assim mulher.
    vim comentar e desejar um ótimo feriado prolongado.
    com o bloco da amy winehouse, que não tá me cheirando bem mas...
    o bloco do galvão bueno que de tão chato ngm vai atrás..
    e o bloco do joão, pedreiro aqui da rua..
    \o/

    fui e té breve

    ResponderExcluir
  20. passar a vida por aqui é muito insignificante, viva-a, mostre que você é muito para ser tida como um nada! lindo o seu texto!

    um beijo ;*

    ResponderExcluir
  21. Liberdade :D
    Belo texto!

    -
    Ahhh,quando puder passa lá no meu blog? Já poostei lá *____*

    Beeeeijinhos carinhosos,até mais ~

    ResponderExcluir
  22. nossa, que texto lindo :O sem palavras! amei muito! *-*

    ResponderExcluir