sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Não sei nada de tudo o que falei

Vejo, entre folhas e galhos secos um céu infinito e escuro. Vejo os meus sonhos velhos, tudo o que eu fui, tudo o que eu desisti de ser. Não sou a vontade que me cerca, mas posso ser o medo que me atrai. Basta eu mudar um pouco e meus olhos já não são os mesmos, minha vóz já não é igual.
Sou capaz de ser o brilho das estrelas, tudo depende do ângulo em que você olha para mim. Tudo depende da sua vontade, da sua coragem, da sua sede de felicidade. E do seu potêncial em sorrir. Preciso ver se seus olhos brilham como os de um criança ao ver sua mãe se aproximar de braços abertos.
Preciso ver se seu rosto se contrai em um sorriso inocente, preciso disso para fazer-lhe feliz. Preciso de alguém diferente, alguém que não precise de mim, pois não quero precisar de ninguém.
Eu quero olhos fascinantes, como os de quem se permite chorar. E quero antes de tudo, que essa pessoa saiba da frieza de minha alma, para não se ferir depois. Quero que saiba que vivo só por respeirar, e se me perguntar por quê... Direi-lhe que já amei alguém demais, e que por amar tanto vi meu coração despedaçar-se. Direi também dos meus sonhos e do universo de palavras que eu já chorei, que eu já criei, que eu já vivi. E posso falar também, dos fracassos de uma vida inteira, e das vitórias que ainda estão por vir.
Posso falar de um abraço seguro, da Lua fria que eu já visitei dormindo e dos medos de me perder.
Mas não posso falar da felicidade que eu senti, e nem do tamanho do meu amor maltratado. Por que amor é felicidade, e felicidade é amor, mesmo se existir dor... Não posso falar, por que não sei nada de tudo o que falei, e por que dos meus sonhos... Eu acordei!

27 comentários:

  1. Dani, acho lindo o modo romântico que você leva sua inspiração; quando trata-se de você é melhor ainda.
    "E quero antes de tudo, que essa pessoa saiba da frieza de minha alma, para não se ferir depois."

    Uau. Me tocou.

    ResponderExcluir
  2. Acordei do meu sonho também.
    Adoro a maneira como escreve.
    E penso parecido.

    Estou feliz. É só um momento, eu sei, e quero dizer a meus amigos.

    Bjos menina.

    ResponderExcluir
  3. sabee, viver e depois ter a ce
    cada palavras, esta demais amiga :)

    ResponderExcluir
  4. Dani,
    Você escreve de uma maneira muito especial.
    A felicidade não esta numa próxima estação e sim como faço a viagem..
    sonhos que eu tenho em mim, eu tenho sim
    Não tem desespero não. Você me ensinou
    Milhões de coisas. Tenho um sonho em minhas mãos
    Amanhã será um novo dia
    Certamente eu vou ser mais feliz..


    Beijos minha amiga..
    Não tenha a alma tão fria.

    ResponderExcluir
  5. Que desabafo!
    E o final lindo demais.

    Bom fim de semana e beijos!

    ResponderExcluir
  6. as vezes nao podemos falar por que se trata de algo indescritivel.... inesplicavel beihjao

    ResponderExcluir
  7. é dificil falar de coisas que nao temostotal conhecimento. coisas que nao tem manual ou conceitos prontos...

    ResponderExcluir
  8. "Preciso de alguém diferente, alguém que não precise de mim, pois não quero precisar de ninguém"

    ao desapego.

    ResponderExcluir
  9. - Amar sem esperar nada em troca..
    Viver pra si por si,e nao por ninguém pr aninguém ou pra agradar algué..Viver a relaidade e acordas dos Sonhos.. Adorei Flor..
    Muiito lindo a expressão de sentimentos;DD

    BeijoO'

    ResponderExcluir
  10. Às vezes as pessoas lutam para se ferir.

    Fazem questão de sofrer.

    -

    É quase compreensível.

    ResponderExcluir
  11. adorei mesmo o post, gosto muito do seu blog!
    beeijo :*

    ResponderExcluir
  12. escreveste sobre tudo.
    em um único post.

    adorei.

    ResponderExcluir
  13. Mesmo sofrendo nunca devemos deixar de amar, porque sempre levamos alguma coisa boa disso tudo!
    Amei o post! Um desabafo, mas de forma muito linda! *-*
    Bjooss

    ResponderExcluir
  14. Lindo o post,como sempre!
    A proposito,amei o novo template,rsrsrs

    ResponderExcluir
  15. "Preciso de alguém diferente, alguém que não precise de mim, pois não quero precisar de ninguém.

    Eu quero olhos fascinantes, como os de quem se permite chorar."

    Adoro seu blog, porque a cada verso escrito por você, reconheço uma parte de mim. O que não consigo destrinchar em palvras, está aqui.

    ResponderExcluir
  16. há sonhos que propositadamente não são lembrados, porque Alguém não quer que os contemos.

    ResponderExcluir
  17. foi muitolindo
    algumas partes me fez lembrar de atitudes da minah vida...
    de um amor sentido...
    de uma felicidade estranha
    enfim...
    beijos

    ResponderExcluir
  18. Acho que esse é um risco que todos sempre estão correndo durante toda a vida, mas, é tanta felicidade durante esse processo, que esse risco até que é aceitavel. É normal. É inevitavel.

    ResponderExcluir
  19. Volte a dormir, que é bom. :)

    Nossa, o texto ficou incrivel!@

    ResponderExcluir
  20. parece que você escreveu em ritmo cardíaco.
    tão intenso.

    ResponderExcluir
  21. Ameeeei o texto!
    "Por que amor é felicidade, e felicidade é amor, mesmo se existir dor..." Perfeito (:
    Beijo.

    ResponderExcluir
  22. complexo&profundo..
    toda vez que amamos sentimos alguma felicidade!
    bjOo!

    ResponderExcluir
  23. Eu vejo nos olhos dele esse brilho,vejo em sua face seu sorriso,mais o medo que no fundo não o deixa ser feliz comigo!
    Já não sei o que fazer mais como você mesmo disse :"Por que amor é felicidade, e felicidade é amor, mesmo se existir dor... "

    é isso ae!

    ResponderExcluir
  24. felicidade é algo muito singular, amor é plural.
    não sei se concordo.
    mas ainda assim um bom texto :}

    ResponderExcluir
  25. bela definição de si mesma..
    e olha q isso é dificil de fazer
    =]

    ResponderExcluir