sexta-feira, 3 de julho de 2009

Do fundo do inconsciente...

Histórias, grandes sonhos. Quantas vezes mudamos de rumo e nem sequer percebemos, por quantos obstaculos passamos sem notar... Sem saber de que somos vitoriosos pelo simples fato de continuarmos vivos, por sorrir, por continuar tentando.
E quantas vezes deixamos de tentar por medo de errar, quantos universos deixamos de conhecer... A saudade tem fim? Quando nos sentimos sozinhos um abraço é capaz de curar a solidão e acabar com a dor que habita no peito? E as palavras que saem do fundo da alma, que foram lidas por alguém em alguma tarde cinzenta... Publicadas em um sonho que se chama História, adoradas por todos aqueles que um dia pensaram não se dedicar a velhas paginas de um livro apagado.
E do fundo do inconsciente desperta a lembrança de um sorriso, escreve alguns paragrafos e se sente tão bem...

27 comentários:

  1. *--* maravilhoso, oqe mais me tocou no fundo \\o


    bejoos

    ResponderExcluir
  2. a saudade só não termina quando a pessoa não está entre nós,acho que por isso devemos agradecer pelo que sentimos,pqe msm com a saudade,sabemos que ela esta bem e isso basta.

    ResponderExcluir
  3. O medo muitas vezes no paralisa e impedi de ousar e ser feliz!

    Um abraço carinhoso e um ótimo Fim de semana para você!

    ResponderExcluir
  4. As vezes temos que libertar palavras e sentimentos que estão presos em algum lugar da gente, e depois disso voltar a viver novamente.

    ResponderExcluir
  5. as vezes deixamos de nos envolver por medo,
    e isso acaba nos impedindo de ser feliz.
    ameei seu blog, beijoo =)

    ResponderExcluir
  6. Adorei :D A cada desafio, inúmero obstáculos são encontrados pelo caminho, o que deixa o desafio ainda mais intrigante!

    Bjks,

    Bia

    ResponderExcluir
  7. muitas vezes deixei de fazer coisas por medo e acabei fazendo mal à mim mesma!

    ResponderExcluir
  8. É tão bom sentir algumas nostalgias como estas.
    Alembrança de um sorriso gostoso. Que a gente mastiga e saboreia. Ah, como eu gosto disso.

    Menina, escreves muito bem. E eu adoro seu canto!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  9. Viver é uma aventura e poxa, se manter vivo no mundo de hoje já vale tudo...
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Saudade é uma palavra eu diria que MUITO difícil de descrever. Uma palavra que NUNCA ninguém conseguiu.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Saudade é quando a alma quer voltar pra outro lugar...seus textos tão sensíveis cada vez me cativam e fazem eu querer voltar sempre mais.

    Beijos menina linda.

    ResponderExcluir
  12. Tanta lucidez para uma jovem.A sua vida curta
    concerteza que muito lhe tem ensinado.Ficção ou verdadeiro está um sonho.Bj

    ResponderExcluir
  13. Ei moça , visitei teu blog e adorei

    To me tornando uma seguidora !

    Gostei demais daqi ,e voltarei mais vzs!

    Um beijo !

    ResponderExcluir
  14. é, às vezes, nós somos covardes.

    ResponderExcluir
  15. Eu não tenho resposta para a maioria das perguntas. Eu sei que posso escrever um livro das saudades que sinto. Das lembranças que tenho. E das coisas que deixei de fazer por medo... Mas prefiro não esquecer. Ou melhor guardar, como faço na minha caixa de sapato. E viver. Viver agora.

    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  16. Escrever é o que há de mais prático, pra revelar...
    Pra soltar...
    Pra curtir o momento...
    Declarar, discutir, discursar, suas opniões sobre o amor, achar o cara um Deus...
    Falar de amor, falar de vida, falar do fundo do inconciente,...!
    *:

    ResponderExcluir
  17. Aposte sem medo, viva com mais vontade, e nunca guarde o que tu sente!
    beijos :*

    ResponderExcluir
  18. Daniela

    Lendo o texto reparando na tua idade de adolescente, ocorreu-me o seguinte, conclusão a que dia chegarás: não sei se fiz da vida, se a vida de mim fez!

    Reportando-me ao teu comentário:
    Como o pensamento me ocorreu repentinamente, como outros, Fico muito grato pela obervação.

    Daniel

    ResponderExcluir
  19. "Quando nos sentimos sozinhos um abraço é capaz de curar a solidão e acabar com a dor que habita no peito? E as palavras que saem do fundo da alma, que foram lidas por alguém em alguma tarde cinzenta..."

    É que foi tão lindo isso, moça. Li, li, li de novo e reli pra assimilar cada palavra, cada sentimento subentendido aí.

    Adorei :*

    ResponderExcluir
  20. Pra mim saudade não tem fim, e o lado bom de não ter é justamente lembrar de um sorriso (como você disse), sorrir ao lembrar, e trazer de volta através das palavras o que já sentiu, viveu, e que hoje se torna Saudade.

    ResponderExcluir
  21. O ruim é quando despejar suas palavras não lhe faz tão bem quanto antes... Algo deve estar errado.

    ResponderExcluir
  22. aiiii
    eu confesso sou uma idiota
    sempre perco muitas oportunidades ;D
    mas nós temos que viver mais
    arriscar mais!
    beeijos;*

    ResponderExcluir
  23. que lindoo!
    mas cara, um saco isso de deixar umas oportunidades passarem!!
    mas é a vida, faz parte!
    sempre bom arricar mais!
    Beijoo :*

    ResponderExcluir